Moda infantil
 
Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Imagens em Destaque
Terça-Feira, 19 de Fevereiro de 2019
 
Pet não é brinquedo e requer responsabilidade a longo prazo
...

Pet não é brinquedo e requer responsabilidade a longo prazo - 11/10/18

Indique - Contato - Compartilhar:


*Por René Rodrigues Junior

Com a proximidade do Dia das Crianças, muitos pais ficam na dúvida quando o filho pede um cachorro, gato ou qualquer outro pet de presente. E é muito importante que os pais deixem claro para as crianças, que ter qualquer espécie de bichinho de estimação não é como ter um brinquedo. Cuidar de um animalzinho requer muita responsabilidade e de longo prazo, já que ele é um ser vivo que precisa de atenção com alimentação, saúde e higiene.

Trazer um pet, por exemplo, para dentro do lar é um compromisso que deve ser muito bem pensado. É preciso pesquisar qual raça melhor se encaixa no perfil da família e se haverá tempo para cuidar, caso contrário, cancele a ideia. Por isso é necessário levar em consideração que todos os membros da casa deverão ter a responsabilidade de zelar por ele, logicamente a parte mais pesada sempre ficará a cargo dos pais, mas as crianças podem ajudar com pequenas tarefas.

Não existe uma restrição de idade para que o novo membro da família possa conviver com as crianças. Desde que ambos estejam saudáveis, o contato até ajuda no desenvolvimento do sistema imunológico dos pequenos, além de desenvolver o senso de responsabilidade de saber que um animalzinho depende dos seus cuidados para viver.

É necessário delegar funções que estejam de acordo com a idade das crianças. Para os muito pequenos, os pais devem estimular a relação para que desenvolvam o afeto e carinho pelos pets. Já para crianças maiores, é possível passar tarefas como trocar a água e a comida, passear, escovar o pelo e cuidar da higiene do bichinho. O ideal é incluir todos esses afazeres em uma planilha, lousa ou painel e deixar disponível para que a criança possa ver o que precisa ser feito em cada dia.

Além disso, para que se tenha um ambiente saudável e até mesmo evitar doenças nas crianças, os pais devem tomar alguns cuidados como, por exemplo: não permitir que a criança beije o focinho do amigo; após brincar, a criança deve lavar as mãos; tratar o pet ao menor sinal de pulgas e até mesmo verminoses; e deixar sempre em dia as vacinas do animal.

O mais importante é fazer com que as crianças tenham a consciência de que um pet não é um brinquedo. É preciso conversar com seus filhos e mostrar o tamanho da responsabilidade de cuidar de um animalzinho, que praticamente se torna um membro da família por muitos anos.

* René Rodrigues Junior é médico veterinário da Magnus, fabricante de alimentos para cães e gatos.


Assessoria de imprensa da Magnus: Grupo Image
Tâmara Scala | tamara@gpimage.com.br | (11) 3392-3025 – Ramal: 205



Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Voltar
Loja online roupas infantis
Agenda
Sao Paulo
22/02/2019

‘Tributo a Tim Maia’ é atração no Shopping Center Lapa
Caxias do Sul
22/02/2019

Vila dos Distritos valorizará cultura e essência do povo de Caxias do Sul na Festa da Uva 2019
Rio de Janeiro
23/02/2019

Especialista em finanças ensina caminhos para sair das dívidas e fazer render o capital pessoal e empresarial
São Paulo
24/02/2019

Bloco Favela Chic anima o pré-carnaval na Zona Leste
São Paulo
08/03/2019

Marca Jacques Janine adere ao movimento Beleza Pura e presta uma homenagem à mulher madura
São Paulo
09/03/2019

Carnaval 2019: Bloco da Diversidade vai agitar São Paulo dia 09/03!
Curitiba
21/03/2019

Prêmio Mulheres Paranaenses homenageia personalidades femininas que ajudam a desenvolver o Paraná

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados