Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Imagens em Destaque
Sábado, 15 de Agosto de 2020
 
...
...

Vagina: confira 6 curiosidades - 30/07/20

Indique - Contato - Compartilhar:


A vagina ainda faz parte de tabus em nossa sociedade. Muitas mulheres não olham, têm vergonha do cheiro, aparência e não tem conhecimentos sobre seu órgão reprodutivo. No entanto, a falta de consciência corporal pode atrapalhar e muito. Por isso, conheça alguns fatos interessantes e úteis.


1.Clitóris é muito mais sensível

O clitóris possui mais de 8.000 terminações nervosas. É a zona erógena mais sensível do corpo feminino e conta com o dobro de terminações do pênis.

De acordo com a excitação, ele incha com sangue e fica maior em até 300 vezes. Além disso, ele é muito maior do que se imagina. O que vemos é apenas a ponta do clitóris, mas ele se estende internamente até o começo do canal vaginal onde fica o ponto G.


2.Vagina solta pum?

Se entra ar na vagina com a penetração, ela pode sair e o som é bem parecido com um pum. Isso pode causar constrangimento, mas é um fenômeno natural. Esse ar não tem cheiro e não são gases.


3.Limpeza demais é ruim

O canal vaginal possui um pH único (4.5) em sua flora. Por isso, lavar a região íntima excessivamente ou usar produtos que alterem esse pH é maléfico, pois deixa o canal propenso a infecções.

Uma glândula é responsável por produzir um fluído e ajuda manter o canal vaginal limpo e livre de bactérias. Apenas uma limpeza superficial com água e sabão neutro são suficientes.

Portanto, uma limpeza interna nunca deve ser feita. Coceira, vermelhidão e irritação no local podem ser indícios que alguma coisa está errada.


4.Tamanhos variados

A vagina faz parte do sistema reprodutor feminino e o canal até o cérvix pode ser bem longo. A média fica em torno de 68 a 78 centímetros de cumprimento.

Durante a fase de excitação ela pode aumentar de tamanho entre 109 a 119 centímetros dependendo da anatomia e composição corporal.


5.Perder objetos não é possível

Muita gente acha que é possível perder coisas no canal vaginal e isso é um mito. O que pode acontecer é um objeto ficar preso, por exemplo, o O.B.

Nesse caso, deve-se ir imediatamente ao médico, pois a permanência do absorvente interno por muitas horas pode causar choque séptico e levar a óbito.

Ele nunca deve ser usado mais do que oito horas seguidas e seu uso causa controvérsias, pois muitas mulheres acabam passando o dia todo com ele.


6.Exercícios para a pepeca

O canal vaginal é composto por musculatura e assim como acontece com o restante do corpo, ele pode ser trabalhado com exercícios.

Seu fortalecimento é benéfico para a saúde sexual e pode ajudar a tratar incontinência urinária, melhorar a libido, lubrificação, deixar o sexo mais gostoso e ter orgasmos mais intensos.

Pompoarismo e exercícios Kegel são os mais conhecidos. O pompoarismo tem apetrechos especiais que fazem peso para fortalecer o canal.

Já o Kegel pode ser feito sem nada apenas com uso da contração com movimentos repetitivos e constantes, assim como acontece na musculação.


~~ Sobre a Litoral Moda Íntima ~~

Há mais de 10 anos no mercado, a Litoral Moda Íntima trabalha todos os dias para ser a melhor empresa para você! Oferecendo produtos de alta qualidade com preços acessíveis.

Quer saber mais? Então acesse: http://www.litoralmodaintima.com.br/



Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Voltar
Agenda

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados