Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Imagens em Destaque
Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024

Contação de histórias é tema de curso de extensão oferecido pela Unicamp - 05/10/22


Compartilhar:

Objetivo é formar novos contadores de histórias, expandir os conhecimentos sobre literatura infantil e sobre a importância dessa ação para crianças hospitalizadas e suas famílias

A Viva e Deixe Viver, associação que congrega 1,3 mil voluntários contadores de histórias para crianças em 85 hospitais do País, e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), por meio do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), irão se unir para realização do curso de extensão “A arte de contar histórias e o lúdico no âmbito da saúde e educação” que irá formar novos contadores. Em formato semipresencial, o aluno terá contato com diversas narrativas ficcionais infantis e irá aprender técnicas de contação de histórias, estudando aspectos como uso da linguagem e da voz, expressão facial e corporal, uso de recursos auxiliares, entre outros.

Para participar é preciso ter completado o Ensino Médio. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até 08 de outubro no site da ExteCamp (clique AQUI). No total, a carga horária do curso será de 38 horas, divididas entre atividades presenciais (20 horas teóricas e 8 horas práticas) e online (5 horas teóricas e 5 horas práticas). Além da grade regular, serão oferecidas atividades complementares, como o Viva ON e Domingueiras, cursos e atividades oferecidas através de projetos incentivados pela Associação Viva e Deixe Viver. As aulas começam em 15 de outubro e seguem até 03 de dezembro.

“Pesquisas recentes mostram que ouvir histórias faz bem para crianças e adolescentes hospitalizados. Em apenas 30 minutos, o estresse diminui e a sensação de bem-estar aumenta. Com a prática, os contadores também são beneficiados. Por isso, aprender a contar histórias e suas técnicas é tão importante”, explica Márcia Abreu, professora do Departamento de Teoria Literária do IEL e responsável pelo curso.

Pesquisa com crianças e adolescentes hospitalizados - Conduzida pelo físico Guilherme Brockington, doutor em educação e com pós-doutorado em neurociências, professor da Universidade Federal do ABC (UFABC) e por Márcia Abreu, professora titular do Departamento de Teoria Literária da Unicamp, o estudo contará com a participação de médicos e também de alguns dos alunos formados no curso de extensão. O estudo medirá o impacto que a contação de histórias infantis pode causar sobre o estado emocional e o nível de estresse de crianças.

“Qualquer um que já contou ou ouviu uma boa história é capaz de sentir seus impactos. Até a pesquisa que realizamos em 2021, havia apenas evidências anedóticas desses impactos. Entretanto, conseguimos mostrar que, com apenas 30 minutos de contação de histórias, pode-se impactar psicológica e fisiologicamente crianças hospitalizadas, com mudanças importantes nos níveis de marcadores biológicos, como ocitocina e cortisol, e psicológicos, como escala de dor e respostas emocionais”, afirma Guilherme Brockington.

A pesquisa é similar à conduzida, em 2021, pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e da Universidade Federal do ABC (UFABC), em parceria com a Associação Viva e Deixe Viver (Viva), que evidenciou, pela primeira vez, que o ato de contar histórias é capaz de trazer benefícios fisiológicos e emocionais para crianças que se encontram em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Neste estudo, previsto para ser iniciado em janeiro de 2023, haverá como complemento o comparativo dos impactos de crianças hospitalizadas na rede pública e privada. Também serão estudados os efeitos do contato com tipos diversos de histórias (simples e complexas, em verso ou em prosa) e da presença de uma pessoa que narra. “Não temos dúvidas de que os resultados serão surpreendentes. No primeiro estudo, comprovamos que a contação de histórias exerce certa influência, porque as crianças ficavam menos amedrontadas e tristes e se tornavam mais colaborativas, por exemplo, aceitando realizar um exame que antes não queriam fazer”, encerra Valdir Cimino, fundador da Viva e Deixe Viver.

Serviço

Curso de extensão - “A arte de contar histórias e o lúdico no âmbito da saúde e educação”

Data: 15 de outubro a 03 de dezembro

Valor: R$ 380,00 (desconto para alunos da Unicamp e professores da Unicamp e Rede Pública de Ensino)

Formato: Semipresencial oferecido pela Unicamp e Viva Deixe Viver

Inscrições até 08 de outubro:

http://www.extecamp.unicamp.br/dados.asp?sigla=%8Eg%D5%C2%5E%E1%DB%9F&of=%F7%12%A8



Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
 
 Agenda
 

Holambra

19/06/2024
Hortitec 2024: lançamentos para produção de hortifrúti são destaque no evento

São Paulo

26/06/2024
Grupo Impettus apresenta negócio de proximidade na ABF Franchising Expo 2024, solidez em expansão e aposta em capacitação

Curitiba

01/08/2024
Inscrições Abertas para Curso do Método Mac em Gestão para Advogados de Todo o Brasil

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados