Painel de notícias
 
Início
Tecnologia
Saúde
Negócios
Variedades
 
Contato
Indique
Incluir Notícia
Imagens em Destaque
Terça-Feira, 21 de Maio de 2019
 

Informações online sobre vacinas e autismo nem sempre são confiáveis - 10/09/18

Indique - Contato - Compartilhar:


Pesquisa realizada pela Sussex Medical School (BSMS) descobriu que as informações disponíveis on-line sobre “vacinas e autismo” podem fornecer resultados não confiáveis baseados em estudos científicos antigos e \"fracos\". O estudo \"Notícias falsas ou ciência fraca?\", publicado no jornal Frontiers in Immunology, precisa ser analisado com atenção.

Para o estudo, os pesquisadores realizaram uma busca por \"vacinas e autismo\" e analisaram os resultados para os 200 principais sites que apontaram respostas. Eles descobriram que as pessoas podem receber “conselhos e informações” equivocados da Internet e que cerca de 10-24% dos sites analisados têm uma posição negativa sobre as vacinas (20% no Reino Unido), embora a pesquisa não tenha retornado esses sites dentre os 10 primeiros resultados. As buscas foram feitas nas versões britânica e australiana do Google.

O professor Pietro Ghezzi, autor do estudo, destaca que a pesquisa revela “uma poluição da informação de saúde” on-line, disponível para o público, o que gera uma desinformação que potencialmente pode impactar a saúde pública. Ele também alerta que os estudos científicos “fracos e equivocados” podem ter uma influência negativa sobre o público.

“Alguns sites anti-vacinas também se destacaram nas versões da pesquisa feitas em italiano, francês, mandarim, português e árabe do mecanismo de busca. A maneira pela qual o Google classifica sites em diferentes idiomas pode ser um fator que contribui para a sua relevância, mas também pode ser que eles sejam visitados com mais frequência, em alguns países, o que aumentaria sua classificação e a probabilidade de as pessoas usá-los como ‘fonte de informação’”, afirma o pediatra e homeopata Moises Chencinski (CRM-SP 36.349).

Embora vacinar seja uma das defesas mais eficazes contra algumas infecções, muitas são vistas negativamente. A principal causa dessa reação veio de uma publicação de 1998, que associava, erroneamente, a vacinação e o autismo, calcada num falso estudo científico. “Sim, um estudo publicado na revista The Lancet, em 1998, trazia um material que originou todo o problema... Hoje, você abre o link da revista e vê bem grande, em letra de forma e vermelho: RETRACTED. O estudo foi corrigido, revisto, o médico-pesquisador que o liderou, Andrew Wakefield, mostrou ter falsificado os dados e foi despojado de sua licença médica, banido da comunidade científica na Inglaterra.


Apesar disso, a ideia de que as vacinas podem causar autismo ainda está por aí, e os pais continuam expostos a essa desinformação.

“A abordagem de usar os resultados de pesquisas do Google para monitorar as informações disponíveis sobre vacinação pode ser uma ferramenta útil para identificar países com maior risco de desinformação. As organizações de saúde pública devem estar cientes das informações que as pessoas podem encontrar on-line ao idealizar as campanhas de vacinação”, defende o pediatra.

Assim, qualquer informação veiculada especialmente por profissionais de saúde, que vincule o autismo às vacinas, deve ser questionado e, se possível, denunciado aos órgãos competentes como o Ministério da Saúdee/ou o Conselho da especialidade. “Só assim, teremos a ação adequada para banirmos, definitivamente, mais essa péssima ação, sem nenhuma comprovação científica (fake-news), que pode prejudicar a saúde da população, ainda mais agora, que estamos passando por uma real epidemia do sarampo, que mata, e que tem na vacina seu fator de proteção mais eficaz”, diz Chencinski.



CONTATO:
Site: http://www.drmoises.com.br
Email: fale_comigo@doutormoises.com.br


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO:
Márcia Wirth
MW-Consultoria de Comunicação & Marketing em Saúde
Site: http://www.marciawirth.com.br
E-mail: faleconosco@marciawirth.com.br
Telefone e Whatsapp: (11) 9 9394 3597



Indique esta notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Nome indicado

E-mails dos indicados (separados por vírgulas)

Mensagem (opcional)

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Entre em Contato com o responsável pela notícia:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Reproduza na caixa de texto, o código anti-spam abaixo



  
Voltar
Envie arquivos
Agenda
Gramado
20/05/2019

SetaDigital aborda gestão e tecnologia durante a SICC 2019
São Paulo
21/05/2019

Especialistas debatem a pesquisa iconográfica no mercado editorial
são paulo
21/05/2019

GKO Informática lança ferramenta de diagnóstico de boas práticas de gestão de frete embarcador
São Paulo
21/05/2019

GKO Informática lança ferramenta de diagnóstico de boas práticas de gestão de frete embarcador
são paulo
21/05/2019

Hospitalar 2019: Digisystem apresenta tecnologias inovadoras para Hospital 4.0
São Paulo
21/05/2019

Evento no Insper debate pontos tributários importantes da Reforma da Previdência, e o professor Breno Vasconcelos palestrará sobre custeio, no dia 21/05
Alphaville, Barueri
22/05/2019

Brazil Promotion promove feira com palestras gratuitas em Alphaville
são paulo
25/05/2019

Convite: lançamento do livro Entre Trilhas e Caminhos em São Paulo
Belo Horizonte
25/05/2019

Curso de Organização de Cozinha & Mesa Pronta será dia 25 de maio, em BH
São Paulo
25/05/2019

Centro de São Paulo: 7a. Feijoada do Leão Lobo em 25 de maio no Hotel San Raphael
São Paulo
26/05/2019

Coffee Run 2019: corrida para celebrar o Dia Nacional do Café acontece dia 26 de maio, em São Paulo
Osasco
29/05/2019

Danfoss promove Road Show gratuito em maio
São Paulo
30/05/2019

Vtex day 2019 antecipa tendências da economia digital e promove capacitação para profissionais do setor
Curitiba
14/06/2019

A “Louca das Plantas” estará em Curitiba em junho para dar curso sobre cuidados com seu Cantinho Verde
São Paulo
17/06/2019

Amázzoni Gin confirma presença no evento BCB São Paulo

Copyright © 2008 JORNOW. Todos os direitos reservados